Somos especialistas em atender demanda judicial para medicamentos.

Search
Close this search box.
Search

RoPolivy 140mg c/ 1 frasco com pó para solução de uso intravenoso

RoPolivy 140mg c/ 1 frasco com pó para solução de uso intravenoso

Informação adicional

Peso 100 kg
Dimensões 2 × 5 × 10 cm
Princípio Ativo

Polatuzumabe Vedotina

EAN 7613326024327 Categorias ,

R$ 94.714,00

RoPolivy, para o que é indicado e para o que serve?

Polatuzumabe Vedotina, em combinação com bendamustina e rituximabe (BR), é indicado para o tratamento de pacientes adultos com linfoma difuso de grandes células B (LDGCB) CD20 positivo, recidivado ou refratário, que não são candidatos a transplante de células-tronco hematopoiéticas.

Esse medicamento foi registrado por meio de um procedimento especial, conforme previsão da Resolução RDC nº 205, de 28 de dezembro de 2017, considerando a raridade da doença para qual está indicado e a condição séria debilitante que esta representa.

Dados complementares e provas adicionais ainda serão submetidos à Anvisa, após a concessão do registro do medicamento. A revisão desses novos dados pela Anvisa poderá implicar a alteração das informações descritas na bula ou mesmo a alteração do status do registro do medicamento.

Quais as contraindicações do RoPolivy?

Pessoas com hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Qual a ação da substância do RoPolivy (Polatuzumabe Vedotina)?

Polatuzumabe Vedotina é um anticorpo com célula alvo específica, ligado a uma droga quimioterápica, que se liga ao receptor CD79b encontrado apenas em células B, liberando então a droga quimioterápica dentro destas células.

Linfoma difuso de grandes células B (LDGCB) é o subtipo histológico mais comum de Linfoma não Hodgkin (LNH), respondendo por aproximadamente 30% dos casos de LNH e 80% de linfomas agressivos. Aproximadamente 60% dos pacientes com LDGBC podem ser curados com o padrão atual de tratamento. No entanto, cerca de um terço dos pacientes desenvolverá doença recaída/refratária (R/R). Polatuzumabe Vedotina, em combinação com bendamustina e rituximabe (BR), constitui um novo regime de tratamento a pacientes com LDGCB CD20 positivo, recidivado ou refratário, que não são candidatos a transplante de células-tronco hematopoiéticas.

Observações adicionais:

Esse medicamento foi registrado por meio de um procedimento especial, conforme previsão da Resolução RDC nº 205, de 28 de dezembro de 2017, considerando a raridade da doença para qual está indicado e a condição séria debilitante que esta representa.

Dados complementares e provas adicionais ainda serão submetidos à Anvisa, após a concessão do registro do medicamento. A revisão desses novos dados pela Anvisa poderá implicar a alteração das informações descritas na bula ou mesmo a alteração do status do registro do medicamento.

Todos os nossos pedidos são GARANTIDOS VIA PROPOSTA CONTRATO
Sua entrega ou seu dinheiro de volta.